domingo, junho 24, 2007

âmbar

tenho boca.não.tenho uma lâmina no lugar dos lábios.
.tenho a noite a morrer-me nas mãos.como a febre.
a amplitude dos olhos.na raíz da lâmpada.a saliva húmida.
tépida.a saliva.e o vómito.

rituais

tenho nas mãos a.incerteza do grito.
o bloco de notas.as feras.o isqueiro.
o cigarro come.me os ossos.as veias
transitam.
na água.o nome.a omnipresença.
de ti.




cláudia ferreira

3 comentários:

Anónimo disse...

Gosto.

Isabel

Santiago Santos disse...

Muito bom mesmo

Joanne disse...

Gostei bastante