quarta-feira, julho 05, 2006

Fogo Nº 8

Há o fogo, e sua ausência eu li nas cartas,
Há o retrato empoeirado sobre a mesa,
A cabeceira das coisas
Nunca é diferente do que eu pensei,
É tudo paciência, é prece, é jogo, eu sei,
Dói feito carne sob as unhas,
Que me atravessam fazendo surpresa,
Rasgando cartas,
Triturando as lembranças de sua letra desenhada,
Letra de mulher, oca e encarrilhada,
Amontoado de coisas.
É tudo um atropelo, um entalo, e nunca sai,
Então seu nome me embaraça enquanto cai,
É pestilência, beijo ardente, mãe e pai,
Cutículas e coisas de mulher.
Há um lugar no espaço onde a mulher se localiza,
Quem sabe uma carta perfumada me saiba ler.
Agora me extravasa, preguiçosa, a brisa,
Também raquéis, marias, lias,
Rondando os pés da mesa,
Passando feito foto, cortando feito carta,
Eu nunca lembro a oração que é certa,
É sempre diferente e eu não notei.
É tudo indiferença, é logro, é outra vez,
Deus ainda insiste em me aparar as unhas,
Pr’eu não arranhar o Filho por detrás da barba.
Eu sigo descascando minha pele até sangrar,
Sigo dormindo cedo, sentindo muito medo,
E quando chove, seu nome cai do céu...

15 comentários:

Anónimo disse...

O céu também chora de alegria em lindas manhãs de chuva... quando contamos os dias e as horas...

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Oi!
Muito bom!

william disse...

"Eu sigo descascando a minha pele sem sangrar":

Talvez à procura de um outro que em mim há. Belo blog, poesia sublime.

nina sem medo disse...

Quem escreve assim a dor nua mostra a seus pares que não estão sós.

Edgar disse...

ola como faço para falar com CELSO BOAVENTURA ? ? ?
edgardjunior2@hotmail.com

david santos disse...

Adorei, Maria Rocha. Está lindo e sólido.
Obrigado
Até sempre: david-santos

Hugo Milhanas Machado disse...

Muito bom!
O movimento vv5-10 está fantástico - aliás, como toda a música deste poema: mas, como leitor, é aí que me prendo.

um abraço, Hugo

Santiago Santos disse...

Olá nocturnidade,

só para dizer que estou a volta ao activo.

www.bluedelay.blogspt.com

santiago santos disse...

Olá nocturnidade,

só para dizer que estou a volta ao activo.

www.bluedelay.blogspt.com passou para o

http://cadillac-obsceno.blogspot.com/

segredo... disse...

http://subrosas.blogspot.com/

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“A paciência tem mais poder do que a força”. Não meça um ser humano pelo seu poder político e financeiro. Meça-o pela grandeza dos seus sonhos e pela paciência em os executar.
Frase de Plutarco,


ConceiçãoB
Uma boa semana
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Conceição Bernardino disse...

Olá,

Eu não sou de ninguém!... Quem me quiser
Há-de ser luz do Sol em tardes quentes:
Nos olhos de água clara há-de trazer
As fúlgidas pupilas dos videntes!
“ Flor bela Espanca”

Esta é a forma que eu encontro para comentar
A mais pura a que eu vos quero entregar
A minha amizade...
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Joanne disse...

Gostei imenso.
Um fantastica "ginastica" de palavras em movimentos bonitos.
Voltarei mais vezes.

magnohlia disse...

Muito bonito, muito bem feito, parabéns.

Remo Saraiva disse...

Poemaço, Celso!!
Estou louco, ou lembro que que você tinha um blog só seu??

Abs,
REMO.