quarta-feira, novembro 30, 2005

Leave it blank... just... leave it...

titi

não gosto da sua casa verde no meio dos prédios. não gosto do cheiro a coisas velhas na casa verde por entre os prédios. não gosto dos periquitos empoleirados nas gaiolas e do barulho dos carros em fundo, com o chilrear dos periquitos como que caganitas musicais de uma coisa mecânica. titi

não gosto dos armários de pinho e dos jogos de tabuleiro em cima dos armários de pinho e das pessoas que vão a sua casa e não gostam de jogar jogos de tabuleiro e no entanto jogam, algumas casas verdes e nem tantas casas vermelhas do monopólio perdidas, comidas talvez por algum gato no tempo em que ainda tinha gatos gordos geralmente amarelos para fazer pendant (ou seja lá o que for) com os cortinados verdes e pretos e pesados de veludo, onde as crianças se escondiam dos jogos de tabuleiro

jogos de sociedade

e dos seus seios enormes e feios a roçar pelas alcatifas e pelos rostos

titi

eu não gosto dos seus seios cheiram a mijo e a mofo, cheiram a coisas fechadas demasiado tempo dentro de caixas de madeiras reles, não gosto, são feios e não gosto que os imponha assim nas caras das pessoas demasiado sérias a jogar monopólio e jogo da glória, sem notarem que falta um dado ou um peão ou uma nota falsa

às vezes penso se os seios falsos ou não como as notas falsas do monopólio e os peões falsos seguros por mãos demasiado sérias e chapéus demasiado sérios e a titi demasiado alegre a distribuir seios enormes e feios e bolinhos de manteiga e chá e seios embebidos em chá ocasionalmente e mamilos e rodelinhas de bem-estar entrecortadas de olhinhos sorridentes e piscadelas de olhos a figuras de gatos desaparecidos nos cantos antigos por entre os verdes e os pretos de veludo em todo o lado, com o cheiro a velho de alguma coisa que ficou fechada dentro de caixas durante demasiado tempo.

titi

vá para o caralho mais a merda de tardes a jogar jogos de tabuleiro que eu odiava

jogos de tabuleiro não, filho, jogos de sociedade

jogos de sociedade demasiado entediantes com periquitos em fundo e gatos gordos que iam morrendo e seios impostos nas caras e nos tabuleiros dos jogos de sociedade, sempre demasiados amigos sérios a jogar jogos de tabuleiro e de sociedade.

3 comentários:

JoãoSilveira disse...

...

groze disse...

Não consegui concluir convenientemente se essas reticências eram positivas ou negativas... lol... acho que por uma questão de auto-comiseração, vou pelas primeira opção, de entre as duas...

JoãoSilveira disse...

muito, muito positivas